Efeito do tempo na consciência

Tempo de leitura: 7 minutos

NS 1.29.2.25: Kin 11: Macaco espectral Azul: Eclipse Lunar

O documento a seguir foi criado por Tim Tussing, Kin 30 e Yazz, Kin 17 baseados em obras de José Argüelles, Kin 11. Por favor, espalhe esta informação-chave.

Tempo, Calendário e Consciência

A nossa consciência e a sociedade são profundamente afectadas pelo calendário que nós usamos.

O tempo é a atmosfera da mente. Compreendemos o tempo, com as nossas mentes, e não com qualquer um dos cinco sentidos básicos. Um calendário é uma construção cujo objetivo principal é manter o controlo do tempo, mais comumente para acompanhar o passar dos dias. Como o tempo é percebido mentalmente, o calendário que usamos cria construções da mente. Por isso, a maneira como acompanhamos  o passar dos dias cria construções da consciência na sociedade que é amplamente coordenada pelo seu calendário.

As nossas mentes são apertadas e obstinadas, vivendo dentro de construções de tempo artificiais e errôneas, em particular, o calendário de 12 meses e o relógio de 60 minutos.

Estas construções de tempo artificiais têm pouca ou nenhuma relevância para qualquer dos ciclos naturais. Interrompem o fluxo natural e intuitivo de consciência, com falhas no sistema operacional, tais como, não saber o dia da semana enquanto sabemos o dia do mês e, não ser capaz de calcular as semanas de acordo com os meses. Por exemplo, pode saber que é sexta-feira, 22 de julho, mas sabe que dia da semana será 22 de agosto?

Calendários são instrumentos de controle.

Aqueles que criaram o calendário foram aqueles que mantiveram o controlo sobre a sua sociedade, pois o povo dependia dos guardiões do calendário para suas necessidades mais básicas, tais como conhecer os tempos de plantio para a agricultura. Qualquer coisa  que um povo confie para as suas necessidades essenciais pode facilmente tornar-se um instrumento de controlo social.

E calendários são dispositivos de programação.

O calendário de uma sociedade é macro programa dessa sociedade, seu sistema operacional. Para estruturar um calendário para um povo é estruturar a sociedade para esse grupo de pessoas, aqueles que pretendem coordenar e comunicar entre si e formar uma sociedade.

Uma sociedade é praticamente definida, regulamentada e coordenada pelo calendário que usa. Todas as crenças, costumes e instituições da sociedade que usa esse calendário estão programadas no calendário. A confusão é muitas vezes intencional, e poder é muitas vezes corrupto em seus níveis e aplicações mais profundos. Neste caso, as aplicações criaram o tempo artificial, mente confusa e uma sociedade desequilibrada e desconectada. Sabendo disso, devemos reconsiderar a nossa submissão a este programa intencionalmente defeituoso.

A Liga das Nações apelou à reforma do calendário, em 1923, mas o Vaticano não quis renunciar ao controlo do seu sistema operacional da sociedade humana.

Em maio de 1926, George Eastman escreveu, “Em 1922, a Liga das Nações nomeou uma Comissão de Inquérito para estudar a questão da reforma do calendário. Mais de 130 (185) propostas diferentes foram submetidas ao Comité, mas o Plano Cotsworth é uma excelente proposta a atende às necessidades de organizações empresariais tais como a Câmara de Comércio Internacional, a Câmara de comercio do estado de Nova York… e ganha rapidamente aceitação entre os homens de negócios. Na verdade, muitas empresas já adoptam o calendário de treze meses para seus registos e já estão recebendo algumas das vantagens do plano proposto…“.

Não escolhemos este absurdo.

O código legal dos Estados Unidos não especifica um calendário nacional oficial. O uso do calendário Gregoriano nos Estados Unidos decorre de um acto do Parlamento do Reino Unido em 1751, a Lei Britânica do Calendário de 1751, que especificou o uso do calendário Gregoriano em Inglaterra e suas colónias.

O presidente boliviano quer abandonar o calendário de 12 meses para 13 meses de 28 dias

Em 2016, “O Presidente Boliviano Evo Morales propôs que o país andino trocasse o calendário Gregoriano, pelo calendário usado anteriormente pelo seu povo indígena. Durante as celebrações do Ano Novo Aymara, o Sr. Morales disse que achava o calendário Gregoriano ‘desarrumado’. O Sr. Morales disse que o calendário indígena, em que um ano tem 13 meses de 28 dias cada um, era muito ‘mais organizado’ do que o Gregoriano, em que o tamanho dos meses pode variar entre 28 e 31 dias.”

Unificação de Acordo com um Padrão Biologicamente Harmónico

O calendário das 13 Luas, actualmente utilizado em mais de 80 países do Mundo, não pertence a nenhuma religião, é puramente não sectário, abraça democraticamente, todas as crenças e mantém um equilíbrio pacífico entre os diferentes calendários solares e lunares usados em todo o mundo sincronizando todos os outros calendários. Seu uso não só irá restabelecer a harmonia como um valor intrínseco da vida, mas também, facilitará a contabilidade e proporcionará um calendário perpétuo para todos os feriados, ou seja, em 4 de julho, seria agora Lua Cósmica 8 e sempre cairia num domingo.

Há apenas uma maneira de estabelecer uma sociedade lunar e solar, porque há apenas uma  via para ter um calendário lunar e solar. A Lua gira em torno de Terra 13 vezes, durante o tempo em que a Terra gira em torno do Sol uma vez. Portanto, para ter um calendário solar e lunar, precisamos de 13 meses por ano, e não 12. 52 = 13 x 4 é a chave.

Temos a oportunidade usar colectivamente esta simples verdade e estabelecer uma nova sociedade lunar de solar, levando directamente as mentes e as ações do nosso povo a serem harmonizadas num padrão biológico de 28 dias, em sintonia com a realidade do nosso ambiente natural, e assim libertarmo-nos, como um povo soberano, do controlo predominantemente masculino da elite corrupta que ainda governa na Terra.

Não importa o que o estabelecimento de uma sociedade lunar e solar pode significar para a humanidade e para a biosfera, é evidente que há uma maneira de coordenar e regular a sociedade de acordo com o tempo natural da Lua e do Sol, ambos ao mesmo tempo: 52 semanas de 7 dias cada é exactamente o mesmo que 13  meses iguais de 4 semanas cada, que é exactamente o mesmo que 13 meses iguais de 28 dias cada.

Nota: Um quarto, ou uma estação, é aproximadamente 91 dias, que são 13 semanas.
13 meses de 28 dias são exatamente iguais a quatro trimestres de 91 dias cada

O objetivo principal do calendário não é apenas estabelecer uma sociedade lunar solar.

O objetivo principal do calendário é harmonizar a mente com a natureza, medir osciclos naturais no tempo e colocar uma sociedade num estado de harmonia e sincronização com a biosfera e consigo mesma. É o mais fundamental princípio organizador da sociedade humana. O calendário de 13 meses, 28 dias serve estes propósitos.

Os calendários mudaram antes para atender necessidades contemporâneas e filosofias. Algumas mudanças têm sido na direção de simplificações e herdamos os benefícios; às vezes não. Temos os mesmos direitos, os mesmos incentivos e capacidades iguais, para melhor nossos costumes, hábitos e estruturas sociais.

É nosso dever torná-los mais adaptados ao nosso novo mundo, não só para nós, mas também para quem os siga. Tais coisas mecânicas podem parecer insignificantes e aborrecidas de fazer, mas têm extraordinários efeitos espirituais. Simplificar o nosso calendário pode ser um primeiro passo para nos apoderarmos de outras coisas que herdamos, e que, embora exija mudança, não podemos mudar, porque as abraçamos ou referenciamos no temor ou reverência, ou pelo  hábito ou com medo.

“Um novo calendário para um novo mundo é adequado aos tempos.”Enoch Karrer, 1942.

“Eu sou a favor de um calendário padronizado para todo o mundo… Estou sempre pronto para apoiar qualquer movimento honesto que ajudará a unificar os povos do mundo”Mahatma Gandhi.

“A pessoa superior define o calendário em ordem e torna as estações claras.”I Ching, Hexagrama 49, Revolução.

 

  Untitled design 25 300x158 - Efeito do tempo na consciência
13moons260days 294x300 - Efeito do tempo na consciência

Texto de Stephanie South a.k.a Red Queen, publicado em:
https://1320frequencyshift.com/
Publicado também no PAN Portugal